Volta às aulas: Sesau orienta sobre importância de atualizar cartão de vacinação

Na volta as aulas e, principalmente, no caso das crianças que irão entrar no ambiente escolar pela primeira vez, é necessário que os pais atentem para uma medida preventiva importante: atualizar o cartão de vacinação. Isso porque, além de prevenir os pequenos contra doenças, a ação também evita que eles possam disseminar algumas patologias, como meningite e sarampo.

Por esta razão, a assessora do Programa Nacional de Imunização (PNI) em Alagoas, Denise Castro, faz um alerta aos pais. “Caso ainda não tenham vacinado seus filhos, alertamos que compareçam aos postos de saúde para o mais rápido possível, uma vez que, além de estarem vulneráveis, as crianças não imunizadas podem colocar em risco à saúde dos demais colegas de classe”, recomendou.

A orientação de Denise Castro é importante, principalmente, para as crianças que estão iniciando este mês a vida escolar ou ficam o dia todo em creches. “Os bebês e crianças menores de cinco anos são muito vulneráveis, porque ainda não possuem imunidade suficiente para obter a proteção necessária, sobretudo com relação às doenças infectocontagiosas”, ressaltou a assessora do PNI em Alagoas.

E, caso os pais já tenham vacinado seus filhos, nunca é demais observar se o Cartão de Vacinação está desatualizado. Isso porque, ainda de acordo com Denise Castro, algumas vacinas para garantir a imunização satisfatoriamente, requerem a aplicação de duas ou três doses.

“Todos os pais devem entender que uma das medidas que representa amor por seus filhos é manter atualizado o Cartão de Vacinação. Essa é uma medida prioritária desde os primeiros dias de vida e deve ser seguida à risca, sob pena de colocar em risco a vida dos próprios filhos e de terceiros”, salientou Denise Castro.

Onde encontrar as vacinas – A assessora do PNI em Alagoas lembra que as vacinas do calendário brasileiro podem ser encontradas nos 102 municípios do Estado. Para saber onde levar as crianças, basta entrar em contato com as Secretarias de Saúde de cada município de origem.

Ascom – 13/02/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)